Skip to content

Aprenda aqui como ocorre a fisiopatologia inflamatória no tecido

Neutrófilos são um dos cinco tipos de leucócitos que existem na corrente sanguínea e, assim, como todas as células do sangue, também são produzidas na medula óssea.

A medula óssea (vermelha) está presente em grande quantidade nas epífises dos ossos longos e também preenche os ossos chatos. No caso dos ossos longos, a diáfise fica preenchida pelo tecido gorduroso (óssea amarela), cuja função é ser uma reserva energética da medula óssea vermelha.

"A medula óssea tem uma grande quantidade de células indiferenciadas, conhecidas como células tronco, assim, a medula óssea tem a capacidade de gerar todos os tipos de células existentes na corrente sanguínea (eritrócitos, leucócitos e plaquetas)"

A célula tronco vai se diferenciar em um dos três tipos celulares: Eritrócito, leucócito ou plaqueta, de acordo com o estímulo recebido. Para a produção dos neutrófilos existem estímulos chamados de citocinas inflamatórias (na verdade um grupo de mediadores químicos estimuladores), induzindo a transformação da célula tronco em uma célula grande, com núcleo também grande, conhecido como mieloblasto.

O mieloblasto é um precursor de neutrófilos, sendo uma célula com baixa diferenciação e muito jovem. Com o passar de algumas horas o mieloblasto vai amadurecendo, reduzindo seu volume e também o tamanho de seu núcleo, transformando-se em uma célula chamada de pró-mielócito.

Ao chegar a forma de pró-mielócito o amadurecimento celular progride, com a redução mais acentuada do seu tamanho e do núcleo, sendo que esse torna-se ovalado. O formato do núcleo auxilia no entendimento do tipo de célula na linhagem de maturação do neutrófilo. Essa nova célula da linhagem do neutrófilo é chamada de mielócito.

O mielócito ainda continua no processo de amadurecimento, reduzindo um pouco mais o seu volume, mas não muito, e seu núcleo começa a invaginar, lembrando a forma de um rim ou feijão, passando a ser denominado de metamielócito.

No próximo passo do amadrérico da linhagem, o metamielócito continua com o processo de invaginação nuclear que passa a ter uma forma semelhante a uma ferradura, assim a célula passa a ser denominada de bastonete.

O núcleo do bastonete continua a invaginar, até que o núcleo passa a se segmentar, mantendo a conexão entre si, nesse ponto chegamos ao neutrófilo adulto que é chamado de neutrófilo segmentado.

No momento em que o neutrófilo atinge sua fase adulta (neutrófilo segmentado) o mesmo é enviado para a corrente sanguínea, juntando-se às células vermelhas e as plaquetas. Na corrente sanguínea pode ver que a maior concentração de células é de eritrócitos, seguido das plaquetas e por fim as células de defesa como os neutrófilos.

Os neutrófilos são um dos tipos de leucócitos, ou seja, um dos principais sistemas de defesa celular sanguíneo. Apesar disso, o neutrófilo, quando presente no sangue não promovem função, para que esse tipo de célula passe a desempenhar seu papel defensivo é necessário que o neutrófilo vá ao tecido.

Como ocorre a fisiopatologia inflamatória no tecido?

"A lesão e destruição de células do tecido liberam as citocinas inflamatórias"

Essas, tem capacidade de atrair os neutrófilos. Assim, as citocinas inflamatórias além de atrair os neutrófilos para o tecido lesado também induzem a medula óssea a produzir mais neutrófilos.

Os neutrófilos circulantes deixam o vaso sanguíneo em direção ao tecido pela atração às citocinas inflamatórias. A saída da célula acontece pelos espaços intercelulares do endotélio vascular. O neutrófilo se “espreme” entre as células e consegue sair da circulação e chegar até o tecido.

Quando o neutrófilo chega ao tecido lesionado ele encontra múltiplas células destruídas. Assim, independente da causa o neutrófilo irá iniciar o processo de fagocitose e em seu interior começa um ataque enzimático. Em suma, o neutrófilo exerce um papel de limpeza da região afetada possibilitando que o tecido inicie um processo de reparação. O neutrófilo irá manter esse processo até o momento de sua morte programada, tornando-se um elemento desnecessário, sendo removido por outra tipo celular.

Últimas publicações

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Inscreva-se em nossa Newsletter!

Fique por dentro sempre que a gente publicar algum conteúdo novo. É grátis <3.

loading...